quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Gosto, porque gosto e somente porque não poderia deixar de gostar...


Gosto de gente que gosta de conhecer gente, somente por gostar...gosto de quem gosta de contemplar o saber estar...gosto de sentir o cheiro do mar, da terra molhada quando chove, do miar do gato que passa, do pássaro que passou e as asas abanou. Gosto da estrela que cai e deixa o seu rasto. Gosto de quem tem a humildade de dizer gosto de ti, obrigado e desculpa se assim for necessário...gosto, gosto mesmo, de quem tem coragem de ser como é, sem tabus, nem fronteiras. Gosto de quem gosta de velas, insenso, música e mirar as estrelas.Gosto de quem gosta daquilo que não é pra gostar, porque não está na moda, e somente está lá, e tem direito a lá estar. Gosto do cheiro a Outono, do cachecol, das luvas e das mãos dadas. Gosto que me digam coisas ao ouvido, como quem me chama perto, e diz, vem quero sentir o teu cheiro...gosto de cheiros, do toque e do paladar acentuado das coisas. Gosto de especiarias, rituais e quimeras. Gosto de sentir o calor do sol nas minhas entranhas. Gosto de lagos, castelos e montanhas. Gosto de olhar nos olhos...gosto de quem sabe o que quer e como quer e não tem vergonha de exprimir uma emoção...Gosto da palavra que vem do coração...Gosto de um sorriso e de uma gargalhada. Gosto de quem saia, mas que saiba quando é pra ficar...gosto de uma lareira, um livro, a chuva que cai lá fora e também de quem quer estar...Gosto de arte, da natureza, do mar e do efeito que me causa e transforma o meu estar. Gosto de falar, ouvir e se preciso calar. Gosto de quem não despreza e prefere escutar e não julgar...Gosto da lua cheia e da estrada que não sei onde vai dar...Gosto de gostar tanto, que nem o fôlego sei como recuperar...Gosto de imaginar algo sem fim...Gosto de quem diz ,estou aqui e vim pra ficar...Gosto de saber línguas e entender que há um mundo além mar...Gosto da essência das coisas, que nos deram a génese e a forma de estar...Gosto do jeito de estar da gente que passa, olha sem falar, mas que deixa, algo no ar. Gosto da vida e da forma que corre sem parar...Gosto de quem sonha a vida inteira, não fosse eu um pescador de sonhos...Gosto de tudo isto e daquilo que ficou por frisar...

Hoje...como em outros dias estou assim...

4 comentários:

supergato disse...

Como é bom valorizar a vida e cada gota que dela bebemos...

Barraganitas disse...

obrigado por partilhares a mesma opinião...Quase todos os dias o sinto...ontem mais um dia q me fez sentir bem c a vida... adoro conhecer gente...gostei de ti, e de te conhecer, supergato.
se queres adiciona-me: pescador-de-sonhos.blogspot.com

bjcas e ate sempre

supergato disse...

vou adicionar sim:-) um grande beijinho super gatal, he

Faz de conta que sou escritora... disse...

Quem dera poder inventar palavras...as que existem não chegam para expressar o que senti ao ler este texto...
É tão simples e tão especial...
Consegui voar com cada palavra, sentir cada cheiro, emoção e sensação...
Uma escrita sem igual que pegou o meu coração pela mão e levou-o para outras margens e ver outras paisagens...
Simplesmente explêndido, de extrema sensibilidade...
Permita-me dizer-lhe um segredo...
Você tem um grande coração...
Parabéns...
Deixo aqui o endereço para que possa ouvir uma música que me lava a alma, e que me acompanhou na viagem que fiz ao ler este magnífico texto...

http://br.youtube.com/watch?v=T2NEU6Xf7lM&feature=related

Beijinho com carinho...