sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

A escolha musical para Hoje...


you learn

You live you learn
You love you learn
You cry you learn
You lose you learn
You bleed you learn
You scream you learn


(...)


You grieve you learn
You choke you learn
You laugh you learn
You choose you learn
You pray you learn
You ask you learn
You live you learn

Alanis Morissette, "You Learn"

Sugestões Cinematográficas

Woody Allen está de volta. É a sua terceira aventura inglesa, depois de 30 anos a ser o realizador de Nova Iorque, apaixonado pela big apple, está agora rendido aos charmes britânicos. Talvez seja pelo fracasso no box-office que os seus filmes têm tido desde há algum tempo nos EUA, salvando-se apenas na Europa. Match Point foi um marco. Não só inaugurou esta nova fase da carreira do realizador, como era em si um filme extraordinário. O Sonho de Cassandra parece ser um pedido de desculpas pela teoria defendida em Match Point. Dois irmãos com problemas financeiros resolvem matar um homem a pedido de um tio rico, que os recompensa generosamente. A culpa. O tema central de O Sonho de Cassandra é a culpa, a linha que se atravessa entre o bem e o mal, e as consequências de a atravessar. Era já um dos temas de Match Point, mas enquanto que nesse filme era abordada de uma perspectiva intrigante (a sorte como o factor fundamental que decide o nosso caminho na vida), aqui é quase um regresso aos clássicos. O Sonho de Cassandra é uma tragédia clássica, grega, com os temas e construção de uma tragédia grega, mas com a working class inglesa como pano de fundo. Ewan McGregor e Colin Farrell fazem os respectivos papeis em modo automático (Farrell tem duas caras apenas, sobrancelhas levantadas em sofrimento, ou sobrancelhas para baixo). No final de contas é melhor que a média do que se costuma encontrar pelas salas, mas um Woody Allen nitidamente menor.

Sabiam que...

Tautologia
Na constante procura de falar e escrever melhor, pareceu-me importante partilhar isto:
A tautologia é um vício de locução que consiste em dizer sempre a mesma coisa, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros. Deixo aqui uma lista mais ou menos extensiva dos mais comuns:
- elo de ligação
- acabamento final
- certeza absoluta
- quantia exacta
- nos dias 8, 9 e 10, inclusive
- juntamente com
- expressamente proibido
- em duas metades iguais
- sintomas indicativos
- há anos atrás
- vereador da cidade
- outra alternativa
- detalhes minuciosos
- a razão é porque
- anexo junto à carta
- de sua livre escolha
- superávit positivo
- todos foram unânimes
- conviver junto
- facto real
- encarar de frente
- multidão de pessoas
- amanhecer o dia
- criação nova
- retornar de novo
- empréstimo temporário
- surpresa inesperada
- escolha opcional
- planear antecipadamente
- abertura inaugural
- continua a permanecer
- a última versão definitiva
- possivelmente poderá ocorrer
- comparecer em pessoa
- gritar bem alto
- propriedade característica
- demasiadamente excessivo
- a seu critério pessoal
- exceder em muito
Assim se fala em bom português!

Se estivesse contigo hoje Dir-te-ia...



Não é fácil
Não pensar em você
Não é fácil
É estranho
Não te contar meus planos
Não te encontrar
Todo dia de manhã
Enquanto tomo meu café amargo
É, ainda boto fé
De um dia te ter ao meu lado
Na verdade eu preciso aprender
Não é fácil, não é fácil
Onde você anda
Onde está você
Toda vez que saio
Me preparo pra talvez te ver
Na verdade eu preciso esquecer
Não é fácil, não é fácil
Todo dia de manhã
Enquanto tomo meu café amargo
É, ainda boto fé
De um dia te ter
ao meu lado
O que eu faço
O que posso fazer?
Não é fácil
Não é fácil
Se você quisesse ia ser tão legal
Acho que eu seria mais feliz
Do que qualquer mortal
Na verdade não consigo esquecer
Não é fácil
É estranho

Marisa Monte

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Gosto, porque gosto e somente porque não poderia deixar de gostar...


Gosto de gente que gosta de conhecer gente, somente por gostar...gosto de quem gosta de contemplar o saber estar...gosto de sentir o cheiro do mar, da terra molhada quando chove, do miar do gato que passa, do pássaro que passou e as asas abanou. Gosto da estrela que cai e deixa o seu rasto. Gosto de quem tem a humildade de dizer gosto de ti, obrigado e desculpa se assim for necessário...gosto, gosto mesmo, de quem tem coragem de ser como é, sem tabus, nem fronteiras. Gosto de quem gosta de velas, insenso, música e mirar as estrelas.Gosto de quem gosta daquilo que não é pra gostar, porque não está na moda, e somente está lá, e tem direito a lá estar. Gosto do cheiro a Outono, do cachecol, das luvas e das mãos dadas. Gosto que me digam coisas ao ouvido, como quem me chama perto, e diz, vem quero sentir o teu cheiro...gosto de cheiros, do toque e do paladar acentuado das coisas. Gosto de especiarias, rituais e quimeras. Gosto de sentir o calor do sol nas minhas entranhas. Gosto de lagos, castelos e montanhas. Gosto de olhar nos olhos...gosto de quem sabe o que quer e como quer e não tem vergonha de exprimir uma emoção...Gosto da palavra que vem do coração...Gosto de um sorriso e de uma gargalhada. Gosto de quem saia, mas que saiba quando é pra ficar...gosto de uma lareira, um livro, a chuva que cai lá fora e também de quem quer estar...Gosto de arte, da natureza, do mar e do efeito que me causa e transforma o meu estar. Gosto de falar, ouvir e se preciso calar. Gosto de quem não despreza e prefere escutar e não julgar...Gosto da lua cheia e da estrada que não sei onde vai dar...Gosto de gostar tanto, que nem o fôlego sei como recuperar...Gosto de imaginar algo sem fim...Gosto de quem diz ,estou aqui e vim pra ficar...Gosto de saber línguas e entender que há um mundo além mar...Gosto da essência das coisas, que nos deram a génese e a forma de estar...Gosto do jeito de estar da gente que passa, olha sem falar, mas que deixa, algo no ar. Gosto da vida e da forma que corre sem parar...Gosto de quem sonha a vida inteira, não fosse eu um pescador de sonhos...Gosto de tudo isto e daquilo que ficou por frisar...

Hoje...como em outros dias estou assim...

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Ser Poeta é ser Eterno...

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morrer como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!!

Florbela Espanca

Se é pra Amar, tem que ser intensamente, compulsivamente e perdidamente...

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Poesia Musical ou um Sonho de Música?...


Amy Winehouse, já ouviram falar?
Magnifico som e melodiosa a sua voz...
Fico satisfeita quando descubro vozes dentro do que gosto de ouvir, e aposteriori essas vozes vêem a ser reconhecidas pelo público, faz-me sentir especial, que tenho bom gosto...e quanto a Amy, amigos de facto é preciso ter um ouvido refinado, porque é uma voz que veio pra ficar...obviamente que estou a falar pra quem gosta de Jazz, porém o seu som não é só jazzistico, tem qualquer coisa de Soul, de R&B, de Bossa Nova, de Blues...uma fusão que resulta em pleno...
E pra confirmar o que vos partilho, nomeada para 6 grammys, recebeu 5, consagrando assim, a sua postura perante a arte do que faz bem...se não acreditam oiçammm....
Não deixem de ouvir o primeiro albúm Frank, mas principalmente, este último Back to Black, e digam, temos Diva ou não??
A grande vencedora dos Grammys deste ano, tem estreia marcada para os palcos nacionais a 30 de Maio no Rock In Rio Lisboa. Para o mesmo dia, estão já confirmados Lenny Kravitz, James Morrison, Ivete Sangalo, Sam the Kid & Cool Hipnoise.






quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

O Valor das coisas...


O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas sim na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesqueciveis,
coisas inexplicáveis e pessoas imcomparáveis.


Fernando Pessoa

Hoje em dia especial sonho que...


Contigo queria estar
sem ti ando a navegar
em águas turvas me vejo e pelejo
por um melhor lugar

Hoje não vi os teus olhos
bem falta me fazem
vou tentar outra abordagem
sem rebeldia, mas com coragem

o segredo é sonhar
o segredo é acreditar
que amor, meu amor
sem ti não vou ficar

fico no aguardo da alegria acreditar
que ao teu lado é o meu lugar
e contigo irei passear
onde o vento alcança o mar

e nada mais se faz senão amar

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Para quem não conhece as obras de Klimt, vale a pena visitar o Museu Leopold Viena-Aústria. Podemos contemplar o seu mais famoso quadro o Beijo. Porém existem outras obras não tão notórias mas igualmente belas. Convido-vos a ver a Árvore da vida que também retrata o Beijo mas neste caso, no quadro a Árvore da vida o Beijo teve outro nome- Full Feelmint.


Partilhas...Cinematográficas e não só...

Não há nada melhor do que a partilha... Ou há?
O que Deus nos deu de melhor...
Foi aprender a Amar. Essa arte sublime que levamos a vida inteira a tentar decifrar...que nos faz crescer, amadurecer e tudo em prol de um outro self, um outro eu. Curioso no minimo...
Quem não quer ser amado? ou não deseja amar alguém perdidamente?
Quero partilhar os dois filmes que vi esta semana e que recomendo vivamente.
Embora distintos, ambos retratam algo que por vezes ou quase sempre é tão dificil de lidar...a angústia de perdermos alguém que amamos...
Convido-vos a ver Expiação e P.S. I Love You, ambos com um excelente elenco de actores, muito bem dirigidos e um formidável screenplay, assim como uma boa fotografia...aqui fica a minha sugestão.

Expiação

Em 1935, uma escritora de 13 anos, Briony Tallis (Saoirse Ronan), e a sua família vivem uma vida de riqueza e privilégios na sua ostentosa mansão. No dia mais quente do ano, gera-se uma atmosfera asfixiante, por culpa da ágil imaginação de Briony. Robbie Turne r (McAvoy), o filho do mordomo, vive apaixonado pela irmã de Briony, Cecilia (Knightley) e basta apenas uma faísca para a relação se tornar mais forte. Quando isso acontece, Briony - que tem um fraquinho por Robbie - sente-se no direito de interferir, resolvendo acusá-lo de um crime que não cometeu. Cecilia e Robbie declaram-se, mas ele é preso - e em conjunto com a falsa testemunha Briony, o rumo destas três vidas é alterado para sempre. Briony tenta encontrar o perdão pelo erro infantil e através de um acto terrivelmente imaginativo, encontra um caminho para a redenção, e compreensão daquele tipo de amor que perdura.



P.S. I Love You

Holly Kennedy (Hilary Swank) é bonita, inteligente e casada com o amor da
sua vida – Gerry (Gerard Butler) – um apaixonado, divertido e impetuoso Irlandês. Assim sendo, quando Gerry morre, a vida de Holly parece ter também terminado. A única pessoa que a pode ajudar, já não está com ela. Ninguém conhece Holly melhor do que Gerry. Mas, por sorte, ele planeou tudo com muita antecedência. Antes de morrer, Gerry escreve a Holly uma série de cartas que a orientarão, não apenas no seu desgosto mas também na redescoberta de si mesma. No seu 30º aniversário, Holly recebe uma mensagem em forma de bolo: para seu grande choque é uma cassete gravada por Gerry, que a incita a sair e celebrar a vida. Nas semanas e meses que se seguem, mais cartas de Gerry lhe são entregues de formas surpreendentes, cada uma remetendo Holly para uma nova aventura e todas terminando com da mesma for ma: P.S. I Love You.A mãe de Holly (Kathy Bates) e as suas melhores amigas, Denise (Lisa Kudrow) e Sharon (Gina Gershon), começam a preocupar-se com o facto das cartas de Gerry estarem a deixar Holly demasiado agarrada ao passado, mas, na verdade, cada carta leva Holly a dar mais um passo na direcção ao futuro. Com as palavras de Gerry como seu guia, Holly em barca numa tocante, excitante e por vezes hilariante viagem de redescoberta numa história sobre casamento, amizade e como a força do amor consegue transformar a morte num novo começo de vida.
(Gerard Butler) – um apaixonado, divertido e impetuoso Irlandês. Assim sendo, quando Gerry morre, a vida de Holly parece ter também terminado. A única pessoa que a pode ajudar, já não está com ela. Ninguém conhece Holly melhor do que Gerry. Mas, por sorte, ele planeou tudo com muita antecedência. Antes de morrer, Gerry escreve a Holly uma série de cartas que a orientarão, não apenas no seu desgosto mas também na redescoberta de si mesma. No seu 30º aniversário, Holly recebe uma mensagem em forma de bolo: para seu grande choque é uma cassete gravada por Gerry, que a incita a sair e celebrar a vida. Nas semanas e meses que se seguem, mais cartas de Gerry lhe são entregues de formas surpreendentes, cada uma remetendo Holly para uma nova aventura e todas terminando com da mesma forma: P.S. I Love You.A mãe de Holly (Kathy Bates) e as suas melhores amigas, Denise (Lisa Kudrow) e Sharon (Gina Gershon), começam a preocupar-se com o facto das cartas de Gerry estarem a deixar Holly demasiado agarrada ao passado, mas, na verdade, cada carta leva Holly a dar mais um passo na direcção ao futuro. Com as palavras de Gerry como seu guia, Holly embarca numa tocante, excitante e por vezes hilariante viagem de redescoberta numa história sobre casamento, amizade e como a força do amor consegue transformar a morte num novo começo de vida.



Espero que gostem...Bom Filme..Bons Sonhos...

Se falasse contigo Hoje dir-te-ia...

The One That Got Away

would ya spare a minute?

give me a single chance
to look in your eyes
let me hold your hand
i want to get close enough,to read you
understand you
open up your heart
open up your mind
nobody needs another stalker in
your liife
i'm only here to help you learn to love me,
to know me
i need a hook so you won't be
the one that got away
i need a look that stunns ya,
makes ya wanna stay.
don't wanna speak in case
it comes out wrong
don't wanna blink coz
in a second you could be gone
i need a twist to
turn this story round.
i need a bridge to cross
this danmgerous ground
meet me in the middle
like i want ya to.
i gotta find your heart
to shoot my arrow through
did ya see me staring
you caught my eye
don't turn around
don't walk away
the night is young, can we get together?
got so many questions
feelings i can't explain
we're worlds apart
i dont even know your name
i'm longing to give you my heart
turn around, don't evaporate
like you never came turn around
don't be a ghost
forever never there to haunt me.
sliding doors.
they aren't just on trains
we're alone on a platform in the rain
theres a chance
and it won't come again
turn around
your whole life has changed


Natasha Bedingfield

sábado, 16 de fevereiro de 2008

Sonhar é tentar...


“Tenta.
Fracassa.
Não importa.
Tenta outra vez.
Fracassa de novo.
Fracassa melhor.”


Samuel Beckett

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Poesia

não tenho nome
não tenho idade
não tenho lei
da minha existência apenas sei
que ser feliz
basta somente
nada esperar
e tudo viver
... ... ...
quero um lugar
onde possa nascer todos os dias
tal como se morre
em cada desencontro de nós

Sonhando Alto

Para ser grande,
sê inteiro:
nada Teu exagera
ou exclui.
Sê todo
em cada coisa.
Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago
a lua toda
Brilha,
porque alta vive.

Ricardo Reis

Klimt- Mais que um sonhador


Leituras- O Amor é uma carta fechada


"Vivemos em permanente ansiedade para fazer apenas o que os outros acham correcto. Por vezes damos conta de que eles também comentem erros e ficamos muito admirados. Vemos pessoas que se permitem fazer e dizer coisas, que se fossemos nós, parece que todos nos iriam criticar. E com todos estes medos, a vida vai passando à nossa frente sem que aproveitemos. Vivemos uma vida falsa, artificial, não a vida que desejávamos. E muitas vezes bastava apenas conhecer um pouco melhor o que os outros pensam. Qual é o desejo deles. E muitas vezes iríamos descobrir que é exactamente o mesmo que o nosso."
"quero aprender muito bem que o medo de perder faz perder. (...) é necessário ter a coragem de arriscar perder o que não se quer perder".

in "O Amor é uma carta fechada" de Joaquim Quintino Aires

Não tenham medo, na realidade nada se perde, tudo se transforma ( Lavoisier ).
Este passo já o dei...e valeu a pena...
O Amor é uma Carta Fechada é um livro valioso que o ajudará a identificar os problemas e a questionar o que está a bloquear o amor na sua vida para assim deixar de viver com a dor, angústia e tristeza e perceber a vida amorosa tal como ela é, libertando-se de ilusões e receios. Porque o amor não é uma mera questão de sorte ou azar, mas uma questão do esforço que cada um de nós dedica a tentar alcançá-lo.O amor é uma força misteriosa e dominadora, com um poder tão forte que é capaz de controlar até os nossos pensamentos e decisões mais importantes. Mas então porque não conseguimos entender de forma clara, o que é o amor? Ou, ainda mais difícil, como se consegue viver o amor? E o que o faz tornar-se algo tão vital como respirar e comer?

Solidão não é um sonho...



Um Bom Sonhador

Um Bom Sonhador...
Sonha...alimentando-se de: imagens, sejam paisagens,fotografias,pintura, escultura ou até mesmo de um bom filme, livros, sobretudo poesia, histórias de encantar, de fascinar, de romancear, ficção; de música, de vida...e sobretudo nunca, mas nunca deixa de sonhar, porque e somente, porque o Sonho comanda a vida...
Sonhem muito...

Leituras- O Sétimo Selo


Sugestão:

O Sétimo Selo de José Rodrigues dos Santos
Magnifico, extraordinário, emocionante, real e actual...
Trata de um mistério em torno do numero da besta,...mas não se fica por ai...um enigma a ser decifrado...De Portugal, á Sibéria, passando pelas ostensivas ruas de Viena, á Antártida, passando por Sydney...é de facto um livro q nos faz parar de fazer qq coisa para o ler...Mas de facto mais extraordinário é a aproximação com a realidade do que está por vir, alterações climatéricas, uso abusivo das energias fósseis e as energias alternativas, o que está por detrás de tanta guerra...os interesses das empresas petroliferas, e sobretudo o futuro da humanidade...
dá que pensar...o meu desejo que todos o leiam e passem a palavra...que o segredo da mudança pode passar por nós no dia a dia...um livro capaz de abalar a nossa forma de estar...
Boas leituras...

Dali- Mais um Sonhador?




Salvador Dali
Ao sabor da corrente vogam os melhores pensamentos como se eles próprios houvessem adquirido uma textura líquida onde só o leito permanece e em consonância com o velho Heráclito jamais poderemos banhar-nos duas vezes nas águas sempre várias da torrente do ser

Eles vogam e isto que faço e a que chamo escrever não passa de tradução imperfeita da orgânica das ideias essa imponderabilidade cujas peças podem ser palavras imagens ou coisa nenhuma mas que teimo em esculpir em materia de comunicação

Apanhar o pensamento é apanhar-me com ele e ser simultaneamente sangue órgãos e vértebras e ainda a textura engendrada numa gestalt misteriosa que me torna una face ao mundo mas que em mim se dissolve em pedaços intangíveis próximos do esvaziamento

E então fica o leito da torrente seco e estéril por um hiato de angústia seco como a argila que o sol acabrunhou seco e aberto em fendas duras e profundas salgadas e hirtas até que venha de novo o orvalho matutino e a tormenta os turbilhões nocturnos em tempestade invernal

E logo crescerá o rio lamacento e turvo arrastando folhas secas e pedaços estremes da argila dos fundos até sossegar estirando-se pacífico na senda do mar por onde abrirá o caminho da luz...

Shakespeare- O sonhador que faltava hoje

Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começas a aceitar as tuas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprendes a construir todas as tuas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair no meio do vão.Depois algum tempo, aprendes que o sol queima se ficares exposto muito tempo. E aprendes que não importa o quanto te importas, algumas pessoas simplesmente não se importam... e aceitas que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai magoar-te de vez em quando e tu tens de perdoá-la por isso!Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se levam anos para construir confiança e apenas segundos para a destruir, e que tu podes fazer coisas num instante, das quais te arrependerás pelo resto da vida.Aprendes que as verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longa distância. Aprendes que o que importa não é o que tens na vida, mas quem tens na vida! E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprendes que não tens que mudar de amigos se compreenderes que os amigos mudam, percebes que o teu amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida são tomadas de ti muito depressa, por isso devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pois pode ser a última vez que as vemos.Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós próprios. Começas a aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que tu mesmo podes ser. Descobres que levas muito tempo a tornares-te na pessoa que queres ser e que o tempo é curto. Aprendes que não importa onde já chegaste, mas onde vais, mas se não sabes para onde vais, qualquer lugar serve.Aprendes que ou controlas os teus actos ou eles controlar-te-ão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados. Aprendes que heróis são aqueles que sempre fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências. Aprendes que paciência requer muita prática. Descobres que algumas vezes a pessoa que esperas que te calque quando cais é umas das poucas que te ajudam a levantar.Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e com o que aprendeste com elas, do que com quantos aniversários celebraste. Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que supunhas. Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são tolices, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar, mas isso não te dá o direito de seres cruel! Descobres que só porque alguém não te ama da maneira que queres que te ame, não significa que essa pessoa não te ame com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém... algumas vezes tens de aprender a perdoar-te a ti mesmo! Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, serás em algum momento condenado. Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que o concertes. Aprendes que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores. E aprendes que realmente podes suportar... que realmente és forte! E que podes ir muito mais longe depois de pensares que não podes mais... e que realmente a nossa vida tem valor e que tu tens valor diante da vida! As nossas dúvidas são traidoras e fazem-nos perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar."

Musica para os teus ouvidos

Se eu pudesse...

Porque Gostava de ter a força que tive um dia... Gostava que pudéssemos por momentos entrar na mente um do outro e saber ao certo o que é que cada um quer e pensa do outro... Gostava de ser uma pássaro e voar bem alto, atravessando os céus. Sentir o espirito liberto, seguir o destino, deixar fluir a minha alma. Gostava de encontrar o sítio onde deixei os meus desejos, sonhos e desafios... A minha alma!Gostava de sentir o vento a abraçar-me e a envolver-me com o seu manto. Voar... Soltar as minhas asas e sentir-me em harmonia. Eu e o céu... Olhar o Mundo bem do alto, contemplar a vida longe da vida, libertar-me! Ser imperial no espaço e alimentar o meu coração de coisas boas, só coisas boas...

Charles Chaplin- Um sonhador intemporal

Já perdoei erros quase imperdoaveis, tentei substituir pessoas insubistituiveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei decepcionar-me, mas também já decepcionei alguém... Já abracei para proteger... já ri quando não podia. Já fiz amigos eternos. Já amei e fui amado, mas também fui rejeitado. Já fui amado e não soube amar. Já gritei e pulei de tanta felicidade, Já vivi de amor e fiz juras eternas, "mas bati com a cara" muitas vezes! Já chorei a ouvir músicas e a ver fotos. Já liguei só para escutar uma voz. Já me apaixonei por um sorriso. Já pensei que fosse morrer de tanta saudade, tive medo de perder alguém (e acabei por perder). Mas sobrevivi!!! E ainda vivo. Não passo pela vida. VIVO!!! Bom mesmo é ir á luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito bonita para ser insignificante.

Charles Chaplin

Poesia

Não sou nada ,
Nunca serei nada,
Não posso querer ser nada,
À parte isso,
tenho em mim todos os sonhos do mundo!"

Álvaro de Campos

Fernando Pessoa- Um Grande Sonhador

Posso ter defeitos, viver ansiosa e ficar irritada algumas vezes mas, não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vitima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma critica, mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

A vida é o sonho mais belo a contemplar...

Vive cada dia como se não houvesse amanhã, aproveita td o q puderes, partilha, ri, conquista, marca a diferença entre existir e viver de verdade...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Klimt - O beijo


Picasso- Mulheres correndo na praia

Força

tás a sentir
uma página de história
um pedaço da tua glória
que vai passar a breve memória
tamos no pico do verão mas chove
por todo o lado
levo uma de cada
já tou bem aviado
cuspo directo no caderno
rimas saídas do inferno
que passei à tua pala
num tempo que pareceu eterno
tou de cara lavada
tenho a casa arrumada
lembrança apagada
duma vida quase lixada

passeio na praia
atacado pelos clones
são tantos e iguais
sem contar com os silicones
olho para o céu
mas toda a gente foi de férias
apetece-me gritar
até rebentar as artérias

(respiro fundo)
e lembro-me da força
(guardo dentro do meu corpo)
espero que ela ouça
todo o amor deste
mundo perdido num segundo
todo o riso transformado num olhar apagado
toda a fúria de viver
afastada do meu ser
até que um dia acordei
vi que estava a perder toda a força que cresceu
na vida que deus
me deu a vontade de gritar bem alto:
"O MEU AMOR MORREU"
todo o mundo há-de ouvir
todo o mundo há-de sentir
tenho a força de mil homens
para o que há de vir
flashback instantâneo
prazer momentâneo
penso e digo atéque bate duro
no meu crâniotoda a dor
toda a raivatodo o ciúme
toda a luta toda a mágoa e pesar
toda a lágrima enxuta
odiando como posso
não posso encher a cabeça
não há dinheiro nem vontade
ou amor que o mereça
não vou pensar de novo,vou-me pôr novo
neste dia novo
estreio um coração novo
visto-me de branco
bem alegre no meu luto
saio para a rua
mais contente que um puto
acredita que custo
umas finalmente passou
no final do dia
foi só isto que restou

(respiro fundo)
e lembro-me da força
(guardo dentro do meu corpo)
espero que ela ouça
todo o amor deste mundo
perdido num segundo
todo o riso transformado
num olhar apagado
toda a fúria de viver
afastada do meu ser
até que um dia acordei
e vi que estava a perder
toda a força que cresceu na vida que deus me deu
a vontade de gritar bem alto:"O MEU AMOR MORREU"
todo o mundo há-de ouvir
todo o mundo há-de sentir
tenho a força de mil homens
para o que há de vir
vai haver um outro alguém
que me ame e trate bem
vai haver um outro alguém
que me ouça também
vai haver um outro alguém
que faça valer a pena
vai haver um outro alguém
que me cante este poema