sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Se falasse contigo hoje, dir-te-ia...

Se viesses ao menos ouvir-me,
saberias o que sinto e pressinto,
saberias que te quero e por isso não desespero
pois não tenho pressa
pois a pressa não te traz,
apenas a força do que se faz
e assim saberias que meu nome é persistência,
que não vivo na insistência,
mas com aquilo que sou.

Sou a força, a crença, a esperança
a criança que brinca e ri quando alcança
sou eu, e eu sou assim.

Sou aquela que ousa esperar
para um grande amor viver...
desses que falavam poetas e escritores
Eça, Garrett, Pessoa e Camões.

Quantas vezes te chamo
tantas outras fecho os olhos para te ver
outras tantas te toco
sem nunca te ter
e nos entretantos das minhas esperas
apareces em meus sonhos...
sei que um dia virás
e não serás mais um sonho inacabado,
sei que vai acontecer,
mais breve do que possa parecer...

4 comentários:

Faz de conta que sou escritora... disse...

E depois eu é que sou o génio da escrita?...
Eu finjo que acredito :)
Ando um pouco às avessas com as palavras e por isso não conseguirei elaborar um comentário à altura do que li aqui. Mas por outro lado, ainda que soubesse todas as palavras do mundo nenhuma seria fiel ao que senti, ao que apreendi.
Fiquei com o coração cheio, tão cheio, que receei ter perdido o ar.

Simplesmente magnífico.

Meu carinho
Vânia

Pescador de Sonhos disse...

Somos jovens na escrita, porém não no sentir, essa emoção que nos transborda e nos agita a alma...não quero parar de escrever, pq não consigo parar de sentir...

obrigado pelo comentário
o Meu carinho tb

O Amor é uma carta fechada. disse...

Quem espera sempre alcança… e o que o pescador tem feito ao longo de um ano de blog é esperar e esperar…Mas, quem espera DESESPERA…Mas, será que vale a pena esperar… Serás masoquista? Espero que não..!!!
Que vida triste a sua, pescador.
Sem amor não há felicidade. O afecto faz parte da nossa vida. É uma necessidade que não podemos dispensar. Deixar de viver por alguém que não nós dá o devido valor, passar as noite em claro por esse alguém (digo isto pela hora dos blogs).. SERÁ que vale mesmo a pena…!!!??? Por vezes iludimo-nos para não enfrentarmos o que se está a passar…E o pior cego é aquele que não que ver. Não sei se o pescador é bonito ao não o que eu sei é que com uma alma de escritor só podes ser uma pessoa belíssima, nem que seja só por dentro e isso é o que mais importa. Solte as amarras e lembre-se de que só temos esta vida e, se ficarmos presos ao passado, os anos passam e não vivemos nada. ACORDA para vida. Há tanta vida lá fora...FICA BEM.

Pescador de Sonhos disse...

Engraçado o tema do seu blog é um nome de um excelente livro,conhece??
porque nao se mostra e nao se deixa ver...